DICAS | TECNICAS | EXPERIENCIAS | NOVIDADES

sábado, 30 de junho de 2012

Fotografando Recém-Nascidos

Marcia Fernandes, tem 28 anos e junto com seu marido, Eduardo Fernandes, há 2 anos possuí uma empresa de fotografia no Rio de Janeiro capital chamada Doce Deleite Fotografia, este mês ela escreveu este post que não tem como não compartilharmos. 
A leitura e as fotos são simplesmente incríveis, espero que gostem assim como eu. Forte abraço.
---
Fotografar bebês recém-nascidos pode ser igualmente interessante e desafiador até mesmo para um fotógrafo experiente. Recém-nascidos dormem muito, não sorriem tão frequentemente, não sentam nem levantam a cabeça sozinhos, e não seguem instruções.
Fotógrafos mais iniciantes tendem a ficar imediatamente nervosos e ansiosos: fotografar estes pequeninos seres exige muita prática e paciência. Mas existem coisas que podem ser feitas para ajudar sua sessão a transcorrer tranquilamente.
Fotografia de recém-nascidos é geralmente o tipo de evento em que só se tem uma chance, e para que ela seja a melhor possível o bebê não deve ter mais de 20 dias de idade. Quanto mais novo, melhores serão as fotos pois eles ainda são muito maleáveis e possuem o sono muito pesado. Por isso, é necessário que seus clientes sintam-se completamente confortáveis  e confiem em você. Estas sessões são uma via de mão dupla: você vai preparado com suas ideias, câmera, todo equipamento, etc. Seu cliente também tem a responsabilidade de ajudar a sessão a ser o máximo que ela pode ser. Eu envio a meus clientes toda a informação antes do agendamento e peço que leiam novamente conforme o dia se aproxima, coisas como: a temperatura da casa, o andamento da sessão e principalmente a flexibilidade dos horários da alimentação do bebê. Este último geralmente é o motivo de uma sessão dar certo ou errado; se o bebê não estiver completamente saciado será muito difícil coloca-lo em sono profundo.
1 Fotografando Recém Nascidos
Eu sou uma fotógrafa que trabalha ‘on-location’ e com luz natural. Na maioria das vezes, eu vou à casa das pessoas e peço que me confiem seu mais valioso bem. Nada mais justo que eu haja de forma a tornar tudo o mais tranquilo possível. Se tiver uma pilha de sapatos próxima à porta e ambos os pais não estão calçados, tire seus sapatos! Após terminar de arrumar seu equipamento, lembre-se de parar e lavar suas mãos antes de pegar o bebê.  Pequenas atitudes demonstram profissionalismo e preocupação genuína.
Muitos clientes escrevem para eu e meu marido procurando por fotos de recém-nascidos em ambientes externos, algo que me deixa sempre muito satisfeita. No entanto, muitas precauções devem ser tomadas antes de aceitar este tipo de trabalho: sempre procuramos locais calmos e sem qualquer tipo de interrupção, seja ela qual for. Esta procura e escolha do local devem ser feitas dias antes das fotos, para que você não fique andando por aí com um bebê recém-nascido e seus pais preocupados. Tenha em mente algumas opções de locações caso alguma dessas não esteja disponível por algum motivo, imprevistos acontecem. As fotos externas são feitas no menor tempo possível, e com o dobro de cuidado. Toda área deve ser inspecionada anteriormente para a total ausência de perigos como animais, insetos, etc. O horário é extremamente importante, e as fotos só devem ser feitas em horário de sol baixo, seja bem no comecinho da manhã ou no final da tarde, por isso as lentes claras são de grande valia. É impraticável, perigoso e anti-ético levar um bebê recém-nascido para o sol da tarde, mesmo com o consentimento dos pais.
Se você não se sentir seguro para realizar externas com crianças tão pequenas, seja sincero e sugira uma sessão indoor. Lembre-se que você foi escolhido para realizar este trabalho, por isso faça valer a confiança em você depositada.
29 Fotografando Recém Nascidos
3 Fotografando Recém Nascidos
4 Fotografando Recém Nascidos
Bebês em geral possuem um guarda roupa maior do que o de todo o resto da família, e as mães não têm medo de usá-lo. No entanto, as fotos ficam muito melhores com eles de maneira natural sem roupas, que tendem a amassar, juntar e formar montanhas de panos e distrações. Talvez alguma roupa muito significativa (usada por algum dos pais/irmãos, por exemplo) possa refletir uma excelente lembrança, porém não deixe que sua sessão transforme-se em um desfile de moda: o bebê irá se irritar com muita rapidez e tudo estará perdido pelo dia.
Às vezes sinto que levo toda minha casa para uma sessão de recém-nascido. Lembre-se que muitas coisas podem dar errado no que diz respeito a materiais, não tenha medo de levar muitos cobertores e mantas extras. É sempre melhor sobrar do que faltar: bebês fazem xixi, golfam, e toda a enorme gama de técnicas que eles possuem para sujar. Após cada sessão todos os seus materiais devem ser lavados com sabão específico para bebês e guardados separadamente em local seco e limpo à espera do seu próximo pequenino.
5 Fotografando Recém Nascidos
Quando eu chego à casa do cliente, sempre pergunto qual o cômodo com mais luz natural. Tome cuidado com a hora do dia e a direção para onde o sol irá girar, você não vai querer perder o sol ou que ele caia diretamente onde você está fotografando (caso não tenha uma cortina para suaviza-lo). Eu tento utilizar meus arredores o máximo possível para limitar o entra e sai do cômodo, mas se não tiver uma cadeira ou outro móvel onde eu possa prender meus cobertores, eu utilizo um stand.
6 Fotografando Recém Nascidos
Não espere que o melhor cômodo também terá a melhor mobília esperando por você. Não espere sequer que qualquer cômodo da casa terá a mobília disponível para que você trabalhe. Leve sempre todo o necessário para realizar sua sessão, e isso inclui almofadas, pufes, móveis específicos, cestos, baldes, etc. Uma vez montado o cenário desejado, lembre-se de tirar fotos em diversas orientações (retrato/paisagem) e posições. O que parece o ideal no momento talvez não seja o melhor na sala de edição, e assim evitam-se arrependimentos.
7 Fotografando Recém Nascidos
O andar das sessões é sempre diferente: se o bebê estiver agasalhado e saciado, geralmente será o bastante e ele cairá no sono o suficiente para tirar as roupas e ser colocado na pose. Se o pequenino ainda estiver lutando contra o sono, faço as fotos de família primeiro: o bebê estará confortável no colo da mamãe e do papai para uma série de fotos e geralmente cai no sono, que ainda durará o bastante para mais uma hora de fotos sozinho. Aqui é onde a importância da alimentação entra: quando um bebê está cansando e lutando para dormir, 99% das vezes basta apenas um pouco de leite. Isso pode fazer toda a diferença nas fotos dormindo.
Antes de começar a fotografá-lo sozinho, tenha em mente as fotos que deseja fazer. Já saia de casa com uma pequena lista mental do que pretende fazer, para não correr o risco de ter um bebê dormindo tranquilamente e nenhuma foto.
10 Fotografando Recém Nascidos
Faça estas  ‘fotos de segurança’ nos primeiros momentos e quando tiver a seleção pronta comece a ficar mais criativo com ideias e ângulos. Para que o bebê fique calmo e continue dormindo ainda que sem roupas é necessário que o cômodo esteja quente. Quando eu digo quente, é realmente quente. Se você estiver suando mesmo em roupas frescas, provavelmente o bebê estará feliz e continuará colaborando.
11 Fotografando Recém Nascidos
As melhores lentes a serem usadas são as de grande abertura (número f pequeno), pois elas permitirão trabalhar em ambientes de pouca luz.  Como qualquer retrato, você quer uma luz por igual por isso evite usar o flash a qualquer custo. Além de comprometer o resultado final do trabalho, dando uma aparência lavada à imagem, o flash causa uma interrupção da atmosfera calma e tranquila que você vem tentando criar.
12 Fotografando Recém Nascidos
Eu amo todos os lindos acessórios, toucas, laços, etc, porém não se esqueça de fazer imagens sem eles, que tenham o bebê como o único ponto focal. Não se esqueça de capturar os detalhes, as crianças crescem rápido e logo mudam quase que completamente: mãos pequeninas, pés delicados, orelhas, cílios, lábios, fios de cabelo, são todos pequenas partes de um registro completo. Não deixe de capturar os pais com o bebê entre uma foto e outra, e pegue momentos espontâneos e descontraídos: nem toda foto precisa ser minimamente preparada.
13 Fotografando Recém Nascidos
14 Fotografando Recém Nascidos
Para enfatizar as pequenas proporções dos bebês, não deixe de registrá-lo perto de algo que possa mostrar  seu tamanho: um urso, os pais, algum objeto significativo para a família.
15 Fotografando Recém Nascidos
16 Fotografando Recém Nascidos
Muito cuidado com a criatividade, ela sempre termina onde a preocupação com a segurança começa. Tenha certeza de seus limites como fotógrafo e de maneira alguma use o filho dos outros como cobaia. Ao coloca-lo em posições diferentes, saiba de antemão o que é ou não seguro e se for necessário faça um composite no photoshop. Para chegar a determinadas posições, peça sempre a ajuda da mãe para posicioná-lo deitado de forma simples e vá modificando aos poucos a pose, respeitando os limites do bebê. Nem todos colocam as mãos sob a cabeça, nem todos gostam de ficar de bruços e nem todos sorriem. Quanto mais novos forem, maiores as chances de não terem ainda uma predileção por alguma posição.
17 Fotografando Recém Nascidos
Caso não consiga fazer nenhuma foto totalmente inovadora e complexa, não se preocupe! A beleza está na simplicidade das pequenas coisas.
Caso o bebê demore a dormir, aproveite para fazer fotos com ele acordado e assim registrar a cor dos olhos e as expressões.

18 Fotografando Recém Nascidos
Começando por cobertores, quando estão devidamente colocados eles podem emoldurar lindamente o rostinho do bebê.
19 Fotografando Recém Nascidos
Muitas vezes fazemos somente as fotos com os bracinhos do bebê bem enrolados no cobertor, e acabamos esquecendo que eles também podem fazer coisas fantásticas. Sempre que possível, deixe-os soltos e veja o que pode acontecer.
20 619x412 Fotografando Recém Nascidos
Ainda sobre braços, use os braços ou mãos dos pais para estruturarem uma foto.
21 Fotografando Recém Nascidos
22 Fotografando Recém Nascidos
Brinque com os ângulos e veja o que funciona. Tire fotos de todos os ângulos, e deixe para decidir qual o melhor quando estiver editando. É sempre melhor ter fotos demais do que se arrepender por não ter tentando algo de outro lugar.
23 Fotografando Recém Nascidos
24 Fotografando Recém Nascidos
25 Fotografando Recém Nascidos
26 Fotografando Recém Nascidos
Que tal utilizar os móveis e acessórios cuidadosamente escolhidos para sua casa/estúdio ou para a casa do seu cliente? Lembre-se sempre da segurança em primeiro lugar e não tente algo que pareça perigoso.
27 Fotografando Recém Nascidos
Paciência é a chave para que seu trabalho transcorra tranquilamente. Durante uma sessão de recém-nascido você provavelmente irá parar mais de 10 vezes para que o bebê mame, troque fraldas, pare de chorar ou volte a dormir. Procure não marcar outras sessões para horários próximos, pois as chances são que você não conseguirá chegar nela a tempo.
Bebês crescem rápido, e ao ser escolhido para fotografar este momento tão especial na vida de uma família lembre-se que estas devem ser as melhores lembranças de uma época que não volta. Faça com que tragam sempre um sorriso no rosto de quem as vê.
28 Fotografando Recém Nascidos

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Trash | Street | Save ... O que é isso ?

Pré - Casamento, Trash the Dress, Street Bride, Save the Date, The Day After .... Ufa!
Se você está pensando: "Tá, já ouvi falar esses nomes estranhos, mas não faço a mínima idéia do que seja cada um!" 
1, 2, 3 ... Surpresa!!! Vamos falar sobre eles agora :D
Brincadeiras a parte. Hoje é comum fazer ensaios fotográficos fora do studio, em um ambiente aberto, onde os fotografados, desde crianças, jovens a casais, encontram um meio de ter mais liberdade, sem a pressão de um ambiente fechado, tendo de fazer poses. Ao invés disso, podem se descontrair, resultando em fotografias maravilhosas e íntimas.

Pré - Casamento

Conhecido por todos, este é um trabalho que muitos fotógrafos fazem. O casal escolhe fotos em studio ou externa, e geralmente usam essas fotos para o convite ou mural.
Dica: Procure conhecer e ter intimidade com a história do casal.
Imagine assim: se conheceram, começaram a namorar e então ele(a) teve de viajar, mas continuaram a se falar trocando cartas e mensagens...
Por que não sugerir fazer as fotos com vários envelopes e cartas espalhados? Ou se possível, ir no exato lugar onde se conheceram...
Sua criatividade poderá contar a história do casal, e ainda fazer com que eles demonstrem ainda mais seus sentimentos.


Save the Date

O Save the Date, nada mais é que um pré-convite de casamento. Ele pode ser feito um mês antes do envio dos convites oficiais. Assim, o casal envia a foto via e-mail ou impressa, para que os convidados "salvem a data".
Dica: O Save é como um Pré-Casamento, porém mais divertido, onde os noivos brincam mostrando plaquinhas, fazendo pinturas com datas e frases.
Basta ter criatividade e muito humor.


Thash the Dress

O famoso Trash the Dress, é para as noivas ousadas e radicais, exigindo também que o fotógrafo seja louco e criativo! Este é um ensaio que geralmente é feito algum tempo depois das festividades.
Mas também há aquelas noivas que querem o mesmo feito, porém com um vestido mais simples antes do casamento.
Dica: O objetivo é não exitar em nada! Desde fazer guerra de tinta, rolar na lama, banhar no mar, nadar na piscina, e até mesmo colocar fogo no vestido!
Programe com o casal, e atenda às suas fantasias e loucuras mais doentias.

D.R.

The Day After

Se ao falar do Trash a reação for: olhos arregalados, boca aberta, e uma palidez assustadora... Segure a noiva pois ela vai querer correr de medo!
Brincadeirinha!!! Você pode sugerir o The Day After.
Segue o mesmo conceito de fotos com o vestido de noiva um tempo depois das festas, porém, muito mais sutil.
Dica: Você não irá pedir para o casal tomar banho no mar, mas poderá fotografar eles sentados na areia da praia. Coisas diferentes, porém prudentes poderão ser feitas.
Imagine: um casal fã de futebol, podem ser fotografados jogando em um campo, seria super interessante ver a noiva de vestido e chuteira!

Annemari Ruthven

Street Bride

Se a noiva ainda estiver querendo fugir, resta o Street Bride. Nele as roupas saem intactas, o objetivo é fazer fotos com elementos urbanos. Basta não ter vergonha de sair desfilando por ai.
Dica: Use e abuse dos pontos turísticos e lugares inusitados. Faixa de pedestres e muros grafitados são interessantes, porém clichês. Busque composições e lugares diferentes, ou até mesmo, lugares que o casal tenha costume de frequentar. O importante é se divertir.

Foco Estudio

Acho que deu pra perceber os pontos que repeti várias vezes: criatividade, diversão e sentimento. Esta é a receita para se ter belíssimas fotografias.
Basta escolher o conceito que se adequa ao nível de loucura do casal.
Forte abraço e até a próxima!


quarta-feira, 18 de abril de 2012

Dicas | Fotografia DG

O Fotografia DG está com um projeto super bacana! Todos os dias, publicam uma dica para fotógrafos, onde desde amadores até veteranos, podem acompanhar e aprender um pouco mais.
Vou estar postando aqui no blog, a cada fechamento do mês. Espero que aproveitem assim como eu. Abraço!



Dicas de Fevereiro

Dia 1 – #DicaDG: Aprenda a dizer não, se você não é o profissional adequado ao trabalho, não aceite fazê-lo.
Dia 2 – #DicaDG: Não tenha medo de indicar, se há outro profissional mais indicado para um trabalho, indique.
Dia 3 – #DicaDG: fotografia é mais sobre resultado do que sobre processo, o que se vê é mais importante do que o como foi feito.
Dia 4 – #DicaDG: iluminação pressupõe pensar em 3 luzes: principal, preenchimento e contra luz, mesmo que não use todas.
Dia 5 – #DicaDG: Infelizmente a compra de um novo equipamento não melhora nossa fotografia, sendo assim, estude e pratique.
Dia 6 – #DicaDG: com luz, lembre que a intensidade aumenta ou diminui conforme a distância da luz ao objeto fotografado.
Dia 7 – #DicaDG: luz mais próxima ao modelo fica mais suave, luz mais distante fica mais dura e projeta sombras delineadas.
Dia 8 – #DicaDG : para desfocar o fundo da imagem, use aberturas de diafragma
amplas, como f2 e f2.8
Dia 9 – #DicaDG : Sombrinha é um difusor de luz barato e super eficiente que você pode encontrar facilmente em lojas e sites especializados.
Dia 10 – #DicaDG : fotos que tenham contrastes, linhas e grafismos marcantes
funcionam bem ao ser convertidas para PB
Dia 11 – #DicaDG : Quer fotografar paisagens? Invista em um bom tripé e em um cabo disparador (ou controle remoto).
Dia 12 – #DicaDG : Muitos vídeos online sobre fotografia? No Youtube, busque
por “Digital Photography 1 on 1″ São + de 200 episódios!
Dia 13 – #DicaDG : estudar fotografia e artes, todos os dias 4hs por dia não é
muito se você quer se profissionalizar na área.
Dia 14 – #DicaDG : em fotografia de ambientes, aproveite ao máximo a luz
existente no ambiente, ela dá o clima da foto.
Dia 15 – #DicaDG : o fotômetro da câmera erra sempre que você tentar medir
objetos muito claros ou muito escuros.
Dia 16 – #DicaDG: Leia a série: A Câmera, A Cópia, O Negativo, de Ansel Adams. Embora escritos há mais de 50 anos serão sempre contemporâneos.
Dia 17 – #DicaDG : busque referências em outras artes além da fotografia,
estude cinema, pintura, música etc.
Dia 18 – #DicaDG : um bom curso de história da arte vale mais para o fotógrafo
que muito cursos de fotografia
Dia 19 – #DicaDG : se você não sabe qual é a melhor lente ou câmera para fazer
um trabalho , não aceite o trabalho e invista em cursos.
Dia 20 – #DicaDG : Flash de Estúdio (tochas) x Flash Remoto: flashs remotos são mais leves e portáteis, mas não possuem luz de modelagem.
Dia 21 – #DicaDG: evite fotos tremidas, ajustando tempo de obturador num
intervalo numericamente igual ao comprimento de sua lente.
Dia 22 – #DicaDG : Quer ganhar dinheiro com fotografia? Não deixe de ler o E-book http://www.fotografia-dg.com/ebook-ganhar-dinheiro-na-fotografia-disponivel-para-download/
Dia 23 – #DicaDG : Na composição fotográfica as linhas horizontais transmitem a sensação de tranquilidade e estabilidade.
Dia 24 – #DicaDG : A iluminação lateral enfatiza a textura das superfícies, enquanto a luz difusa faz com que a textura seja suavizada.
Dia 25 – #DicaDG : o para sol da lente é a melhor proteção que existe contra
impactos, use sempre.
Dia 26 – #DicaDG : mesmo sob luz abundante, o flash pode ser usado para tirar
sombras e dar brilho aos olhos.
Dia 27 – #DicaDG – Ao fotografar shows e espetáculos prefira a fotometria pontual (Spot) e faça o cálculo de luz nos personagens e não cenário.
Dia 28 – #DicaDG – Não tenha vergonha de ter pouco equipamento, algumas das melhores fotos foram feitas com equipamento mínimo.
Dia 29 #DicaDG – As sombras definem a forma do que foi fotografado, uma luz totalmente sem sombras fica “chapada” e sem vida.

domingo, 15 de abril de 2012

Tutorial | Silhuetas


Algumas pessoas no fórumdigitalfoto, flickr, face, etc, apesar de antiga, me perguntaram como fiz essa foto, então expliquei no fórum, mas vou colocar aqui no blog também.
Primeiramente, o motivo que me levou a produzir uma foto assim... Tenho o sonho de fotografar uma bailarina, como não conheço nenhuma, e sou apaixonada na poesia que elas fazem com o corpo, decidi fazer estas silhuetas.

Começando pelo EXIF :

Nikon D3100
Lente Nikon 55-200 4-5.6 AF-S

ISO 100
1/40s
f/5,5
55mm
Foco Manual
Balanço de Branco: Pré Definição Manual

Pesquisei imagens na internet, após impressão, colei e recortei num papel cartão.
Colei com fita durex no meu rebatedor que estava em cima de caixas de sapato apoiado no ferro da sombrinha, ou seja, a tocha estava sendo apontada pro rebatedor diretamente, e a sobrinha estava atrás da luz da tocha, para o outro lado, assim obtive um apoio para o rebatedor, e obtive um ponto de luz mais duro. 
Em nenhuma dessas fotos utilizei o flash em si, e sim a luz modeladora. Porém não tive de editar o amarelão depois, porque eu bati o branco pela predefinição manual, assim, todas as fotos já sairam branquinhas.
O interessante é que praticamente não fiz pós, essa vinheta já estava naturalmente devido a luz modeladora ser pequena e estava sendo apontada pra frente.
A luz que está entre as mãos da bailarina é a luz modeladora da tocha e essa sombra que está abaixo dela, nada mais é que a sombra do cabo da sombrinha que está apoiando o rebatedor, eu só precisei me posicionar do melhor modo para fazer a composição que queria.
Como pós no photoshop, somente cropei a imagem e apliquei um pouco mais de contraste.

Nome:      studiss.jpg
Visitas:     226
Tamanho:  117,7 KB
Making Of - Fotos Abaixo



Já nessas, precisei de mais edição, pois usei um palito. Vejam: 


Bem... é isso, apesar de ter ficado simples, me senti realizada, pois passei a poesia destas bailarinas.

Qualquer dúvida deixe aqui como comentário, será uma honra responder. 
Abraço e uma ótima semana a todos.